Slideshow Image 1
Slideshow Image 2
Slideshow Image 3
Slideshow Image 4
Slideshow Image 5
Slideshow Image 6
Slideshow Image 7
Slideshow Image 8

Prefeitura Municipal de
AQUIDAUANA

(67) 3240-1400
prefeito@aquidauana.ms.gov.br
Rua Luiz da Costa Gomes , Nº 711

Prefeitura de Aquidauana divulga balanço da enchente que atingiu o município

23/02/2018 12:26

A Prefeitura Municipal de Aquidauana, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, divulgou hoje (23), um novo relatório sobre os atendimentos prestados aos moradores vitimados pela enchente nesta semana.
De acordo com o relatório estatístico, o quantitativo oficial de pessoas desabrigadas que estão sendo atendidas nos três abrigos públicos municipais que a Prefeitura de Aquidauana instalou com o apoio da igreja católica está em 51 famílias, totalizando 154 cidadãos, entre crianças, adultos e idosos. 
Já os desalojados, que são cidadãos que saíram de suas casas e foram para residências de familiares ou amigos, até o momento a prefeitura contabilizou cadastrados e atendidos 200 famílias, o que dá um total de 597 pessoas.
Assim, o quantitativo de famílias até o momento atendidas é de 251, totalizando 751 pessoas que foram e ainda estão sendo acompanhadas pela assistência social em atendimentos por razão da enchente.
A Secretaria Municipal de Assistência Social vem atuando no plano emergencial de assistência às famílias com cadastramento e distribuição de mantimentos, por meio dos levantamentos nas localidades atingidas e identificação de necessidades imediatas das famílias, como a alimentação, água, cobertores, roupas, calçados e colchões. A partir da mudança autorizada para suas casas, as famílias receberão kits com materiais de limpeza.
"Em meio a tanta tristeza que nos deparamos com famílias que perderam tudo. Aparecem muitas pessoas solidárias e, ainda, fomos surpreendidos com o nascimento de um bebê de uma das gestantes que está em um dos abrigos que instalamos", revelou o secretário de Assistência Social, Marcos Chaves.
A gestante aos primeiros sinais de que estava entrando em trabalho de parto foi imediatamente encaminhada para o Hospital Regional, onde o parto foi feito. A mãe e bebê estão sendo acompanhados e recebendo todo o atendimento necessário pela equipe da Assistência Social e da Saúde.
A Secretaria Municipal de Saúde desde o momento da instalação dos abrigos municipais e chegada das famílias vem prestando assistência médica preventiva e vacinação. Os desalojados que se cadastram na base de apoio também recebem visita da saúde para acompanhamento médico e vacinação.
Centenas animais também foram afetados pela enchente. Muitos não resistiram e morreram. Nos abrigos, equipes dos agentes de controle de vetores vacinam os animais e o veterinário da prefeitura examina.
Por onde a água já baixou, a Secretaria Municipal de Obras atua nas partes em que já é possível mexer, fazendo as primeiras remoções de lixos e entulhos, limpeza de galerias e canais, utilizando veículos pesados, máquinas. “Assim que a Assistência Social tiver os agendamentos das mudanças, vamos organizar várias equipes e com o apoio do 9º BECmb vamos cuidar da logística e remoção dos bens das famílias ribeirinhas”, explicou o secretário de Obras, Mac.
O prefeito Odilon Ribeiro ressaltou que agradece e reconhece o significativo esforço e dedicação de todos os servidores da prefeitura que estão envolvidos no trabalho de atendimento às famílias. 
“Também tenho que reconhecer a importância do suporte fornecido pelo Governo do Estado, pelo Corpo de Bombeiros de Aquidauana, pelos militares do 9° BECmb, 7º Batalhão da Polícia Militar, a Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição e suas comunidades, voluntários da Igreja Adventista e dezenas de cidadãos voluntários que vieram somar à assistência às famílias ribeirinhas desde a doação de donativos até se oferecendo para ajudar nos abrigos” frisou o prefeito Odilon.

RETORNO ÀS CASAS
Para dinamizar e dar agilidade aos atendimentos e socorro às famílias, o prefeito Odilon Ribeiro e sua equipe da Secretaria de Governo e de Administração organizaram um comitê de coordenação para definir ações imediatas e de urgência.
Hoje, 23, diante do nível do Rio Aquidauana estabilizado em 9,26m, conforme informou a Defesa Civil, o comitê se reuniu e definiu como serão os trabalhos de auxílio para as famílias retornarem às suas casas.
A partir do cadastro das famílias desalojadas e desabrigadas, as equipes da prefeitura farão a avaliação das estruturas das casas que foram inundadas e o agendamento das equipes voluntárias que auxiliarão na limpeza das casas e posteriormente com a equipe da Secretaria Municipal de Obras para a mudança.
“O que se tem até o momento são dezenas de imóveis que foram totalmente inundados até o teto. Não é de uma hora para outra que essas famílias poderão mudar para as casas, pois sabemos que muitas podem ter sofrido comprometimento na estrutura. Além disso, muitas famílias perderam praticamente 100% dos seus pertences e bens materiais, pois ergueram móveis e eletrodomésticos, mas o nível da água subiu muito rápido e mais do que imaginavam. O trabalho agora é minucioso, de segurança e de saúde pública”, explicou o coordenador municipal da Defesa Civil, Mário Ravaglia.
O prefeito Odilon Ribeiro informou ainda que a prefeitura terá muito trabalho para limpar as ruas, para recolher os entulhos e lixos da enchente. “Acredito que serão semanas de trabalho das nossas equipes. A água começou a baixar e o que aparenta é que teremos toneladas de entulhos e lixo nos locais atingidos e danificados”, completou o prefeito.

CADASTRO NECESSÁRIO
O trabalho de retorno dessas famílias deverá por questões de saúde pública, de vigilância sanitária e de segurança das famílias deverá ser monitorado e conduzido nas seguintes etapas:
1° passo - Cada família receberá um kit de limpeza para higienização do imóvel; 2° passo - O coordenador do abrigo deverá ser avisado que o imóvel já está limpo e pronto para receber a mudança; 3° passo - Vigilância Sanitária e Controle de Vetores farão a vistoria do imóvel para liberação; 4° passo - Junto do coordenador do abrigo, a família agendará a mudança com a Secretaria Municipal de Obras; e 5° passo - Cada família receberá uma cesta básica contendo alimentos.

Com esses passos definidos, é importante que toda família que estiver desalojada, ou seja, que não está nos abrigos que a prefeitura organizou, e está hospedada em casa de amigos ou familiares, procure a tenda da Secretaria Municipal de Assistência Social com equipe de plantão atendendo na esquina da Escola Cândido Mariano, no bairro Guanandy, para se cadastrar. 
SERVIÇO - Mais informações sobre como buscar atendimento da Secretaria Municipal de Assistência Social, os telefones do PLANTÃO SOCIAL são: 67 - 3240-1415/ 67 - 98471-4297.






Fonte: AGECOM


Prefeitura Municipal de Aquidauana

Luiz da Costa Gomes , Nº 711
Bairro Cidade Nova
Aquidauana / MS
CEP: 79200-000
Telefone: (67) 3240-1400

Horário de atendimento: de segunda à sexta, das 07h às 13h