Slideshow Image 1
Slideshow Image 2
Slideshow Image 3
Slideshow Image 4
Slideshow Image 5
Slideshow Image 6
Slideshow Image 7
Slideshow Image 8


(67) 3240-1400
prefeito@aquidauana.ms.gov.br
Rua Luiz da Costa Gomes , Nº 711

Prefeito de Aquidauana conclama municípios a ajudarem no custeio do Hospital Regional

26/02/2019 09:59

Aquidauana é município considerado pelo sistema público de saúde como polo. Com isso, as cidades vizinhas de Anastácio, Miranda, Bodoquena, Nioaque e Dois Irmãos do Buriti, tem suporte em atendimento médico aos seus pacientes na média e alta complexidade, que viajam até Aquidauana para serem atendidos no Centro de Especialidades Médicas (CEM) e no Hospital Regional Dr. Estácio Muniz.  
Na tarde de ontem, 25, no Paço Municipal, aconteceu uma reunião organizada pelo prefeito de Aquidauana, Odilon Ribeiro, em que compareceram os prefeitos Valdir Junior (Nioaque), Marlene Bossay (Miranda), Kazu Horii (Bodoquena) e Edilson Zandona (Dois Irmãos do Buriti) e secretários municipais de saúde dessas cidades e a diretoria do Hospital Regional Dr. Estácio Muniz.
A pauta da reunião foi discutir alternativas para que os municípios da microrregião possam repassar recursos financeiros para auxiliar a Prefeitura de Aquidauana no custeio do pagamento dos médicos que atendem no hospital regional.
Conforme explicou o prefeito Odilon Ribeiro, “a união faz a força”, mas diante da realidade financeira dos municípios, está difícil e ficando calamitoso custear os atendimentos de saúde do Hospital Regional, pois é necessário e urgente a intervenção financeira do Governo do Estado e da União para liberação de recursos em dia.  
“Aquidauana não está aguentando custear o funcionamento do Hospital Regional. Os municípios da microrregião também têm suas contas apertadas. Em espírito de união, conclamamos aos prefeitos das cidades atendidas pelo nosso hospital, para que possam nos ajudar a custear o pagamento dos médicos, evitando a suspensão dos atendimentos e prejuízos aos pacientes”, pontuou o prefeito de Aquidauana.
Na reunião, os prefeitos decidiram insistir veementemente em uma agenda emergencial com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e, também, com o Governo do Estado, para que, União e Estado, viabilizem a liberação de repasses financeiros para o Hospital Regional.
“Nós, prefeitos, queremos conscientizar a União e o Governo do Estado da realidade da saúde nos nossos municípios. Há muito tempo não temos uma atualização com aumento nos repasses para custear os atendimentos. Com isso, a situação de Aquidauana, como polo de saúde da microrregião, está ficando insustentável. Estamos lutando para não deixar pacientes sem atendimentos e por isso precisamos urgentemente de ajuda”, destacou o prefeito Odilon Ribeiro. 
Segundo os prefeitos presentes na reunião, a alternativa de ratearem um pouco da despesa entre eles e enviarem o recurso para Aquidauana é uma medida paliativa, que suprirá apenas uma parte do alto custo que é o Hospital Regional. 
“Nos preocupamos com os nossos pacientes, por isso estamos aqui. As nossas cidades são pequenas, temos baixa arrecadação e o pouco que temos vamos juntar para destinar ao hospital regional, pois os nossos pacientes são atendidos aqui e não queremos ver o hospital paralisado. Mas o mais importante é conseguirmos que o Governo Federal e o Governo do Estado possam atualizar os repasses para manter o hospital de portas abertas e com pacientes atendidos”, detalharam os prefeitos da microrregião presentes na reunião. 

Fonte: AGECOM


Prefeitura Municipal de Aquidauana

Luiz da Costa Gomes , Nº 711
Bairro Cidade Nova
Aquidauana / MS
CEP: 79200-000
Telefone: (67) 3240-1400

Horário de atendimento: de segunda à sexta, das 07h às 13h