Slideshow Image 1
Slideshow Image 2
Slideshow Image 3
Slideshow Image 4
Slideshow Image 5
Slideshow Image 6
Slideshow Image 7
Slideshow Image 8

CREAS de Aquidauana reforça canais de denúncia de violência contra a pessoa idosa

15/06/2020 18:55

Na segunda-feira, 15 de junho, é celebrado o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, mesmo com o Estatuto do Idoso que consolida os direitos a este público ainda há muitos idosos em sofrimento no território. Esta data busca conscientizar a sociedade da existência da violência contra esse público e prevenir novos casos.
Em Aquidauana, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) é responsável pelo atendimento aos idosos em situação de risco ou violência. A instituição desenvolve serviços de acolhimento, orientação, encaminhamento e acompanhamento dessa população.
Conforme dados da Secretaria Municipal de Assistência Social, de junho de 2019 a maio de 2020, o CREAS de Aquidauana registrou 65 casos de violência contra pessoas idosas na cidade, destes, 80% foram de negligência, abandono e violência financeira ou material.
Infelizmente, assim como outros públicos do  CREAS, os agressores são do núcleo infrafamiliar: filhos, netos, irmãos e etc, que residem ou convivem cotidianamente que perpetuam a violência, o que dificulta ainda mais a visualização e posterior denúncia.
“Neste momento de pandemia da COVID-19, os idosos ficam mais vulneráveis a violência e infelizmente o número de denúncias cai consideravelmente, portanto, intensificamos a divulgação de informações, canais de denúncia e serviços do CREAS”, diz Juliane Ribeiro, coordenadora do CREAS.
Há vários tipos de violência contra pessoas idosas. A mais comum é a negligência, quando os responsáveis pelo idoso deixam de oferecer cuidados básicos, como alimentação, higiene, saúde, medicamentos, proteção contra frio ou calor.
O abandono é considerado uma forma extrema de negligência. Ele acontece quando há ausência ou omissão dos familiares de prestarem socorro a um idoso que precisa de proteção.
A modalidade de violência física ocorre quando é usada a força para obrigar os idosos a fazerem o que não desejam, ferindo, provocando dor, incapacidade ou até a morte. 
A modalidade de violência sexual ocorre quando a pessoa idosa é incluída em ato sexual com objetivo de obter excitação, relação sexual ou práticas eróticas por meio de aliciamento, violência física ou ameaças.
"A violência psicológica inclui comportamentos que prejudicam a autoestima ou o bem-estar do idoso, entre eles xingamentos, sustos, constrangimento, destruição de propriedades ou impedimento de que vejam amigos e familiares", explicou Juliane Ribeiro, coordenadora do CREAS de Aquidauana.
Por último, há ainda a violência financeira ou material que é a exploração imprópria ou ilegal dos idosos ou uso não consentido de seus recursos financeiros e patrimoniais.
Segundo o IBGE 11% da população brasileira é idosa, uma parcela significativa da sociedade que merece ter seus direitos resguardados e sua segurança e bem-estar garantido por todos, família, sociedade e Estado.  

CANAIS DE DENÚNCIA
O CREAS solicita que se as pessoas observarem idosos em suspeita de situação de risco ou violência que denunciem nos canais abaixo:
• CREAS 3240 1400
• DISK 100
• Estratégia de Saúde da Família (ESF) do bairro


Confira a live do CREAS sobre esse tema: https://bit.ly/3e4Wlf3

Fonte: AGECOM


Prefeitura Municipal de Aquidauana

Luiz da Costa Gomes , Nº 711
Bairro Cidade Nova
Aquidauana / MS
CEP: 79200-000
Telefone: (67) 3240-1400

Horário de atendimento: de segunda à sexta, das 07h às 13h