Slideshow Image 1
Slideshow Image 2
Slideshow Image 3
Slideshow Image 4
Slideshow Image 5
Slideshow Image 6
Slideshow Image 7
Slideshow Image 8

Pesquisadores e Governo do Estado recomendam lockdown para conter avanço do coronavírus

31/07/2020 20:07

Hoje, (31), o Governo do Estado divulgou em sua live diária o 2º relatório situacional do Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir), com indicação de grau extremo, bandeira preta, para os municípios de Aquidauana, Miranda e Campo Grande, com orientação para lockdown para essas três cidades, além de recomendações de medidas no âmbito da Saúde Pública, de Serviços Públicos e do Social, para o combate à propagação e aos impactos da Covid-19.

“Estamos no pior momento da pandemia, por isso é essencial que adotemos critérios técnico-científicos para conter o avanço da doença. A atualização dos dados por parte dos municípios refletiu na melhora da classificação de alguns municípios, mas isso não significa que estamos fora de risco. O momento requer vigilância, redução das atividades de risco e celeridade na adoção das medidas”, enfatizou o secretário de Governo, Eduardo Riedel.

O secretário Estadual de Saúde, Geraldo Resende, também destacou "precisamos cessar o crescimento da doença por meio do monitoramento dos contatos dos casos confirmados e medidas de isolamento social".

RELATÓRIO TÉCNICO
Pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Campus de Aquidauana, e das Universidades Federais da Grande Dourados (UFGD) e do Oeste da Bahia (UFOB) acabam de divulgaram nesta sexta-feira, 31, um relatório técnico sobre a situação da Covid-19 na Microrregião de Saúde de Aquidauana (MS).

De acordo dados do relatório, o isolamento social é procedimento básico de prevenção ao contágio pelo vírus SARS-CoV-2, assim como é consenso que a disseminação do novo coronavírus leva a agravos à saúde até ao óbito e que para efeito de medidas de preservação das vidas e prevenção do colapso do sistema de saúde público, bem como a diminuição da velocidade no avanço
da COVID -19, as ações de prevenção e devem ser levadas com seriedade para que não haja evolução exponencial.

Uma das autoras do relatório, Profª Drª Eva Teixeira dos Santos (UFMS/CPAQ) explica que “com nível de alerta 4 em Aquidauana e Dois Irmãos do Buriti e, em Nioaque, com nível de alerta 3, os municípios deverão permitir apenas deslocamentos e atividades essenciais, pois "Campo Grande já está com seu nível de capacidade máxima no SUS e não está recebendo pacientes de outras cidades. Portanto, precisamos cuidar das nossas cidades”, afirma a pesquisadora.

O relatório ainda ressalta que a Microrregião de Saúde (MRS) de Aquidauana é composta pelos municípios de Aquidauana, Anastácio, Dois Irmãos do Buriti, Nioaque, Miranda e Bodoquena. Aquidauana exerce importância regional em relação aos municípios da microrregião e ocupa a a posição de sede da regional de saúde, onde o Hospital Regional Dr. Estácio Muniz atende todos os municípios da microrregião de Aquidauana.

DECRETO DE LOCKDOWN
A Prefeitura de Aquidauana publicou, na tarde de hoje (31/07), o Decreto nº 114/2020 que dispõe sobre novas medidas de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus (Covid-19), seguindo as orientações do Governo do Estado de MS e das autoridades sanitárias e de saúde do município de Aquidauana, diante do grave aumento da curva de contaminação no município.

O Decreto nº 114/2020 determina o bloqueio total ou “lockdown”, com a suspensão das atividades comerciais e toque de recolher das 18h às 05h, a partir das 22 horas de hoje (31/07) até as 05 horas do dia 07/08/2020 (6ª feira), incluindo templos, igrejas e academias. O Decreto também disciplina os horários de funcionamento dos estabelecimentos que integram a categoria de “serviços essenciais”, durante o “lockdown”.

*Clique aqui e leia o decreto na íntegra: http://aquidauana.ms.gov.br/DOEM/DOEM_AQUIDAUANA-1487-20200731%20-%20COMPLEMENTAR.pdf 


Fonte: AGECOM


Prefeitura Municipal de Aquidauana

Luiz da Costa Gomes , Nº 711
Bairro Cidade Nova
Aquidauana / MS
CEP: 79200-000
Telefone: (67) 3240-1400

Horário de atendimento: de segunda à sexta, das 07h às 13h